Você está no portal ABIMAQ
Quero me associar

Blog

Voltar
Empresários temem que 'corda estoure' no lado da classe média se proposta sobre IR não mudar


06/07/2021 Empresários temem que 'corda estoure' no lado da classe média se proposta sobre IR não mudar

Pixabay Cálculo do IBPT indica que a proposta, da forma que está, pode aumentar em até 71,5% o imposto pago por médias e grandes empresas.

A proposta da reforma tributária tem um novo capítulo e vem gerando alguns questionamentos. Os pontos positivos e negativos estão no foco das discussões da sociedade. O consultor tributário Richard Domingos aponta a necessidade de se encontrar um ponto de equilíbrio. “Isso causa não só um stress no mercado, mas também desestimula aquele que quer investir. O que a gente acredita é que a reforma deveria ter sido feita com um pouco mais de sabedoria, também olhando esses setores que mais estão precisando de investimento, tributando aqueles que, de fato, têm ainda uma margem para tributação. Para que consiga fazer uma equalização.” O texto que tramita no Congresso Nacional, com a proposta da segunda fase feita pelo governo e apresentada pelo ministro Paulo Guedes, enfrenta resistência em algumas alas do mercado e do setor produtivo.

O embate deve esquentar nas próximas semanas. Em meio à queda de braço, pelo menos um ponto gera convergência: a redação final deve complementar um ambiente favorável a investimentos no país. O presidente do SIMPI, Joseph Michael Couri, teme a elevação da carga de impostos e que a corda acaba a estourar para o lado da classe média se for aprovada sem alterações. “Temos uma forte elevação da carga tributária, a ponto de colocar todo o ajuste em cima da classe média. E, o mais grave: com um discurso falacioso, sendo os mais ricos que vão pagar.” O presidente da Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos (ABIMAQ), José Velloso, destaca que é preciso corrigir distorções sobre os dividendos.

“Os 20% sobre dividendos está correto. A redução no IR sobre as pessoas jurídicas tinham que ser muito maior para compensar. Então, a gente entende que, do ponto de vista das empresas, além desta medida, as outras que virão no bojo, vão ter um aumento de carga muito grande.” O presidente do Conselho do Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, Gilberto Luiz do Amaral, avalia ser necessária a mudança de alíquotas para não desestimular os investimentos. “Apesar de ter intenção de fazer modificação de tributos, ela peca no sentido de sugerir uma alíquota muito alta. Uma alíquota que vai deixar de incentivar os investimentos no Brasil, que vai deixar de incentivar também a realização de negócios.” O cálculo do IBPT indica que a proposta, da forma que está, pode aumentar em até 71,5% o imposto pago por médias e grandes empresas.

*Com informações do repórter Daniel Lian.

(Fonte: Jovem Pan)

Compartilhe:



Avenida Jabaquara, 2925
Entrada Social: Rua Bento de Lemos, s/n
CEP: 04045-902 - São Paulo/SP
Tel: (11) 5582-6311
Novidades
Receba novidades sobre a ABIMAQ em seu e-mail

Belo Horizonte - Minas Gerais

Endereço: Av. Getúlio Vargas, 446
Telefone: (31) 3281-9518

Curitiba - Paraná

Endereço: R. Mal. Deodoro, 630
Telefone: (41) 3223-4826

Recife - Pernambuco

Endereço: R. Gen. Joaquim Inácio, 830
Telefone: (81) 3221-4921

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro

Endereço: R. Santa Luzia, 735
Telefone: (21) 2262-5566

Porto Alegre - Rio Grande do Sul

Endereço: Av. Assis Brasil, 8787
Telefone: (51) 3364-5643

Joinville - Santa Catarina

Endereço: R. Dona Francisca, 8300
Telefone: (47) 3427-5930

Piracicaba - São Paulo

Endereço: Av. Independência, 350
Telefone: (19) 3432-2517

Ribeirão Preto - São Paulo

Endereço: Av. Pres. Vargas, 2001
Telefone: (16) 3941-4113

São José dos Campos - São Paulo

Endereço: Rod. Pres. Dutra, S/N - Km 138
Telefone: (12) 3939-5733

São Paulo - São Paulo

Endereço: Avenida Jabaquara, 2925
Telefone: (11) 5582-6311
ABIMAQ - Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos.
©2021 - Todos os direitos reservados.