Buscar por:  


Investimentos produtivos no Brasil mantêm tendência de recuperação



O investimento produtivo brasileiro medido pelo consumo aparente de máquinas e equipamentos (produção – exportação + importação) manteve sua tendência de crescimento ao longo do ano e encerrou o mês de outubro com crescimento de +13,9%. Esse aumento foi observado pelo crescimento de máquinas importadas no País (+16,4%). A receita interna apesar da melhora ao longo do ano, ainda não superou o resultado de 2017 (-0,7%).

Receita líquida 

O mês de outubro de 2018, a indústria de máquinas e equipamentos registrou crescimento em suas vendas, anulando parte da perda observada durante o mês anterior.

Em relação ao mês setembro o aumento foi de 1,9% e sobre o mesmo mês de 2017 de 14,4%.

No ano (jan-out), a receita manteve a firme tendência de recuperação, e alcançou 7,7% de crescimento em relação ao mesmo período de 2017.  

O aumento do faturamento no ano é devido basicamente ao efeito exportações em função do aumento do quantum e do câmbio. O mercado interno mostra sinais de recuperação no período deixando, praticamente, de influenciar negativamente a receita.

Consumo Aparente

O consumo de máquinas e equipamentos voltou a registrar crescimento durante o mês de outubro (+2,6%) após dois recuos consecutivos (-11% em agosto e -0,3% em setembro).
Na ponta o resultado foi puxado pelas importações que cresceram 23,4%, em US$.

No ano (jan-out/18) o crescimento do consumo aparente foi de 13,9%.

Esse aumento foi influenciado pela combinação de crescimento na entrada física (+16,4%) de máquinas e equipamentos e do efeito câmbio (+9,6%).

Exportações

O setor fabricante de máquinas e equipamentos continua com fortes oscilações nas suas exportações. 

No mês de outubro em relação a setembro, o setor recuperou com folga a queda de -25% ao registrar crescimento de 29%.

Em relação ao mês de outubro de 2017, no entanto, a recuperação não foi suficiente (+6,0% contra queda de 9,4%). Levando o setor a uma ligeira retração da taxa de crescimento anual. O crescimento acumulado em 2018 passou a ser de 10,3% - até o mês de setembro o setor acumulava crescimento de 10,9%.
Importações

Em outubro/18 houve aumento no consumo de máquinas e equipamentos importados. O crescimento foi verificado tanto em relação ao mês anterior (+23,4%) como em relação ao mesmo mês de 2017 (+23,0%).
Este resultado elevou a taxa de crescimento observada em 2018 de 15,6% (até set18) para 16,4% até o mês de outubro/18. 

O resultado confirma as expectativas de recuperação dos investimentos que vinham em queda desde 2014.

Capacidade Instalada e Carteira de Pedidos 

O NUCI - Nível de Utilização da Capacidade Instalada da indústria de máquinas e equipamentos ficou 0,2 p.p. acima do resultado observado no mês de setembro (77,5%).

Em relação ao nível médio observado em 2017, o setor está 5 pontos percentuais acima, em razão, principalmente, do aumento das atividades produtivas de bens seriados.

A carteira de pedidos em outubro registrou retração de 1,3% em relação ao mês anterior e ficou 7,2% abaixo do mês de out/17.

O forte encolhimento da carteira de pedidos está relacionado ao desempenho da atividade nos setores de infraestrutura e indústria de base que ainda não iniciaram um processo de recuperação da crise.

Quadro de Pessoal

A indústria de máquinas e equipamentos encerrou o mês de outubro/18 com 302,6 mil pessoas ocupadas, um aumento de 0,3%, em relação ao mês de setembro de 2018. Este é o décimo crescimento consecutivo no setor neste tipo 
de análise.

Em relação ao mês de outubro de 2017 também houve melhora no quadro de pessoal (+4,2%) em resposta ao aumento da produção e das vendas.

No ano o setor ampliou o seu quadro de pessoal em mais de 13,5 mil pessoas. 



Índice


Envie para um amigo.
Número: 228
Dezembro/2018

Outras edições
select



Buscar matérias

Informaq

Diante de um mundo em ritmo acelerado de mudanças e de transformações digitais, os painéis do evento, apresentados por mulheres, proporcionaram oportunidades de conhecer novos modelos de negócios. Leia mais...

No mês de novembro, a entidade se reuniu com representantes da Casa Civil e dos ministérios de Minas e Energia e da Indústria, Comércio Exterior e Serviços. Leia mais...

O presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ, João Carlos Marchesan, participou, no dia 28 de novembro, em Brasília, do último encontro do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social. Leia mais...

Foi o principal resultado obtido pela coalizão, que a ABIMAQ faz parte, em conversa realizada com futuro ministro de economia Paulo Guedes, no final de novembro, no Rio de Janeiro. Leia mais...

Na ocasião, José Velloso, presidente executivo da entidade, questionou o que o Brasil precisa para buscar uma maior inserção comercial internacional. Leia mais...

Para destacar a importância da indústria no processo de reconstrução do desenvolvimento, o presidente executivo da ABIMAQ, José Velloso. Leia mais...

Francisco Novaes, representante da empresa Friatec do Brasil, é o novo presidente da Câmara Setorial de Bombas e Motobombas. Leia mais...

Empresário da empresa Bosh foi eleito para o biênio 2018-2020. Leia mais...

Por meio da Resolução nº 017/2018, a ABIMAQ registrou que a diretoria da Câmara Setorial de Ferramentarias e Modelações (CSFM) teve a prorrogação do seu mandato. Leia mais...

Com propósito de desenvolver ações de cunho institucional e mercadológico com vistas à maior integração das associadas. Leia mais...

Oportunidades de fornecimento ao Ministério da Defesa foi um dos temas debatidos. Leia mais...

Aplicações e benefícios do regime foram apresentados em São José dos Campos. Leia mais...

Para entidade, a indústria de bens de capital é responsável pela geração e difusão de tecnologias imprescindíveis na melhoria da produtividade da economia. Leia mais...

Evento aconteceu na sede da ABIMAQ e contou com duas empresas âncoras do segmento de alimentação e da cadeia de foodservice. Leia mais...

Estela Testa participou de mesa que tratou do tema ‘Oportunidades de um legado ao Brasil e a MP 844/18’. Leia mais...

Estela Testa participará das atividades do CONESAN no período de 2019/2020. Leia mais...

Por sugestão da diretora conselheira do CONIMAQ, Alida Bellandi, a Prefeitura de Itu, representado pelo Prefeito Guilherme Gazzola. Leia mais...

Ação foi realizada pelas empresas associadas Metal Work, Siemens e Beckhoff. Leia mais...

Encontro foi uma oportunidade de as empresas conhecerem a importância das startups para o fortalecimento de seus negócios. Leia mais...

Evento, promovido pelo Comitê de Tratores, Máquinas Agrícolas e Florestais (ABNT/ CB-203) e ABIMAQ em conjunto com diretoria de Tecnologia da entidade. Leia mais...

João Carlos Marchesan, presidente da ABIMAQ, participou de diversas reuniões no evento. Leia mais...

País é o segundo principal parceiro comercial do Brasil na América do Sul, com um intercâmbio de US$ 8,5 bilhões em 2017. Leia mais...

A diretoria da ABIMAQ mantém uma agenda de reuniões mensais com o BNDES com o objetivo principal de sugerir melhorias nas linhas de financiamento voltadas para os mercados interno e externo. Leia mais...

Otimistas com a visitação qualificada e interessada em inovações, expositores registram vendas. Leia mais...

342 empresas responderam à pesquisa no período de 04 e 29 de setembro. Leia mais...

Evento foi realizado em conjunto com o Grupo de Trabalho de Manufatura Avançada (GT-MAV) na sede da associação, em São Paulo. Leia mais...

O investimento produtivo brasileiro medido pelo consumo aparente de máquinas e equipamentos (produção – exportação + importação) manteve sua tendência de crescimento. Leia mais...

Dentro da teoria microeconômica, um dos conceitos mais importantes é, sem dúvida, o conceito de elasticidade-preço da procura, criado por Alfred Marshall (1842 – 1924). Leia mais...

Apoio institucional