Buscar por:  


Reforma Tributária é debatida na reunião das diretorias plenárias



Representante da Confederação Nacional da Indústria expôs a posição da entidade com relação à reforma tributária

“Defendemos um IVA nacional substituindo até cinco tributos (ICMS, PIS/PASEP, Cofins, IPI e ISS) mais o IOF que deve ser extinto”, afirmou Mário Sérgio Carraro Telles, gerente de Políticas Fiscal e Tributária da Confederação Nacional da Indústria (CNI), durante reunião diretorias plenárias, que aconteceu no dia 05 de março, na sede da ABIMAQ, em São Paulo.

Para Telles, a estrutura base do novo sistema tributário deve ter ainda um IVA não cumulativo e que o crédito seja abrangente e ressarcimento tempestivo, desoneração completa de exportações e investimento, além de uma alíquota uniforme para todos os bens e serviços com três sub-alíquotas (federal, estadual e municipal) na receita do estado e município de destino. “No imposto seletivo entendemos que tem que ter uma lista de bens de consumo final com externalidades negativas e seja cumulativo”. 

Com relação ao período de transição para a implementação do novo sistema, o representante da CNI ressaltou que é preciso calibrar a alíquota do IVA, evitando o aumento da carga tributária; manter, temporariamente, a vigência dos atuais incentivos fiscais; e adequar gradativamente os preços relativos na economia. “É importante manter a vigência dos atuais incentivos fiscais durante o período de transição”. 

Quanto a substituição tributária no IVA, Telles afirma que “o regime deve ser limitado apenas aos bens com características homogêneas, produção concentrada e venda pulverizada de forma a combater a sonegação e, assim, evitar a concorrência desleal”. 

Sobre o Simples Nacional, o representante da CNI disse que é preciso garantir a manutenção do tratamento tributário favorecido às micro e pequenas empresas, com possibilidade de as empresas optarem pela a apuração do IVA, com apropriação e transferência dos créditos. 

Não incidência do IVA sobre as exportações, além da adoção do crédito financeiro e da extinção do ISS; crédito imediato do IVA proveniente de aquisições de bens para o ativo fixo, inclusive na fase pré-operacional; restituição ágil dos saldos credores do IVA com determinação de prazo máximo; legislação e regulamento unificados nacionalmente; foram outros pontos exposto pelo gerente de Políticas Fiscal e Tributária da CNI referente à posição da entidade com relação à reforma tributária 

Considerações ABIMAQ

O presidente do Conselho de Administração e o presidente executivo da ABIMAQ, João Carlos Marchesan e José Velloso, respectivamente, acompanharam a apresentação ao lado dos presidentes das câmaras setoriais e diretoria da associação.

Velloso colocou que a ABIMAQ tem visão contrária da CNI com relação à manutenção do mecanismo de substituição tributária. Em relação ao IS – Imposto Seletivo, diz que “é preciso que esteja na Constituição e na Lei quais são os produtos com externalidades negativas, ou seja, vai ter que dizer qual NCM e o produto”. 

Sobre período de transição, que deve contar inicialmente com alíquota de 1% visando calibrar a alíquota do IBS, Velloso destacou a importância de ser curto, “é preciso que a transição ocorra em no máximo 5 anos, é preciso evitar o convívio prologado com dois regimes”, afirmou. “Aliás, uma vez promulgada a PEC, também não pode haver nenhuma alteração nos regimes ou legislações dos tributos que estão desaparecendo”. 

Marchesan frisou que a ABIMAQ apoia uma reforma tributária. “Estamos na coalizão trabalhando forte para fazer o que for melhor para a indústria e ao Brasil. É preciso eliminar os resíduos tributário presentes nos diversos elos das cadeias produtivas, desonerar as exportações e os investimentos a fim de tornar as empresas nacionais mais competitivas”.




Índice


Envie para um amigo.
Número: 242
Abril/2020

Outras edições
select



Buscar matérias

Informaq

A ABIMAQ está em contato permanente com o gabinete de crise do Ministério da Economia, seja em reuniões online e documentos por escrito, a fim de apresentar sugestões. Leia mais...

Iniciativa foi decidida em reunião online realizada na sede da associação. Leia mais...

Na oportunidade, a associação cobrou agilidade na tramitação da reforma tributária para destravar os investimentos e o combate do Custo Brasil. Leia mais...

Na ocasião, a ABIMAQ defendeu para Bento Albuquerque a importância da participação isonômica dos fabricantes de turbinas eólicas e cadeia produtiva instalados no Brasil na continuidade dos leilões de energia. Leia mais...

Representante da Confederação Nacional da Indústria expôs a posição da entidade com relação à reforma tributária. Leia mais...

No dia 09 de março foi realizada a solenidade de posse da nova presidência do Conselho Deliberativo da ABNT. Leia mais...

Representantes de várias entidades de peso e empresas ligadas ao setor participaram da reunião do Conselho de Metalurgia e Mineração, que foi realizada online. Leia mais...

Após reunião ordinária realizada na ABIMAQ Vale do Paraíba no dia 10 de março, que debateu temas como catálogo de defesa, homologação do setor de defesa e conteúdo local . Leia mais...

Encontros tiveram a presença de representantes da ICV Brasil e da InvestSP. Leia mais...

As associadas da CSMPAN tiveram a oportunidade de conferir palestra de Marcel Spadoto sobre dicas de atendimento de vendas efetivas. Leia mais...

No biênio 2020/2022, o Grupo de Trabalho para Desenvolvimento do Setor de Geração de Energia Solar Fotovoltaica . Leia mais...

O objetivo do encontro foi de promover a integração das novas empresas associadas com os gestores da entidade, apresentar a sua estrutura, seus serviços e benefícios. Leia mais...

No intuito de contribuir com informações e assim colaborar com o trabalho de todos os envolvidos com a agricultura irrigada no Brasil. Leia mais...

Encontro com uma média de 90 associados foi realizado à distância por conta da crise do coronavírus. Leia mais...

No último encontro realizado com o BNDES, no dia 11 de março, cumprindo o cronograma mensal de reuniões, a ABIMAQ elencou o que o banco poderia ajudar para melhorar. Leia mais...

Durante o Fórum Econômico de Davos, em janeiro deste ano, Paulo Guedes, ministro da Economia, anunciou que o Brasil buscaria sua acessão ao Acordo de Compras Governamentais da OMC. Leia mais...

No dia 13 de fevereiro, a Diretoria Executiva de Mercado Externo da ABIMAQ participou do briefing do governo brasileiro sobre as negociações para a assinatura de um Acordo. Leia mais...

O comportamento da indústria de máquinas e equipamentos esteve em linha com a costumeira sazonalidade no mês de fevereiro. Leia mais...

Há bastante tempo venho utilizando a prática de home office quando tenho que produzir algum material que independa de outras pessoas. Leia mais...

Apoio institucional