quinta-feira, 7 de fevereiro de 2019

Imprimir

Informaq
Reunião dos conselhos de Financiamentos e Tecnologia discute oportunidades tecnológicas para o setor de máquinas e equipamentos

Encontro também contou com presença de fintechs e apresentação de estudo sobre mapeamento de tecnologias

O BNDES e o Senai apresentaram durante a reunião dos conselhos de Financiamentos e Tecnologia, realizada no dia 03 de dezembro, na sede da ABIMAQ, em São Paulo, um edital de inovação que visa oferecer financiamentos para projetos industriais de Internet das Coisas (IoT), que conta com aporte financeiros das instituições e ainda com o apoio da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii).

O projeto oferece a utilização do instituto Senai de inovação, com consórcio de empresas, ou empresas em particular, para construção de testbads, que são laboratórios projetados para solucionar demandas da indústria. O espaço evita que a empresa pare a linha de produção para testar um produto novo. A ABIMAQ, junto ao Senai São Caetano, construiu um Demonstrador de Manufatura Avançada que funciona como um testbads, em São Caetano.

De acordo com o gerente do departamento de Bens de Capital, Mobilidade e Defesa do BNDES, Luiz Daniel Willcox, a iniciativa surgiu por meio de uma parceria montada para utilização dos recursos do fundo tecnológico do BNDES, Funtec, que é um fundo destinado a programas de pesquisa e desenvolvimento não reembolsáveis. 

“Ela envolve recursos do banco, do Senai e, eventualmente, se depender do tipo de projeto, haverá também incentivos da Embrapii. Vamos no limite de 50% dos recursos, os outros 50% são contrapartida das empresas. Essa contrapartida, eventualmente, as organizações podem solicitar apoio do banco de fomento nas linhas disponíveis, que seja adequada ao tipo de projeto e ao tipo de empresa”.

José Eduardo, representante do Senai, revelou que a entidade já vinha trabalhando internamente em um conceito de como auxiliar melhor a indústria e colocar novos produtos dentro do mercado. “O Senai tem a rede de institutos de inovação, um grande investimento em unidades de ponta, dedicado a indústria para execução de P&D. Queremos ser um grande parceiro da indústria nacional para ajudá-la no desenvolvimento dos projetos de pesquisa e inovação”.

Néstor Fabián Ayala, diretor de Projetos do Núcleo de Engenharia Organizacional da UFRGS (NEO), esteve no evento explanou sobre a pesquisa ‘Indústria 4.0 – Mapeamento das Tecnologias’, que conta com apoio da ABIMAQ e faz mapeamento de inovações tecnológicas. 

Observou-se na pesquisa que as empresas na sua maioria ainda estão muito voltadas para reduzir custos operacionais, aumentar a produtividade, a qualidade de processos, de produtos e serviços, aprimorando produtos existentes sendo que precisam em relação à indústria 4.0 evoluírem para aumentar a oferta de novos produtos e serviços, desenvolver novos negócios, reduzirem os tempos de recebimento e entrega, aumentar a flexibilidade da planta, aumentar a capacidade de mudanças, oferecerem produtos mais customizados, aumentar a eficiência energética e redução do impacto ambiental.

O encontro ainda contou com a presença de representantes de duas fintechs, que são organizações com serviços financeiros que se diferenciam pelas facilidades proporcionadas pela tecnologia e com efeito pela internet. As empresas foram convidadas por meio do Programa de Sturtups Industriais (MOV?), da ABIMAQ, que é um Hub de empreendedorismo e inovação entre Startups e as indústrias de máquinas e equipamentos.

Rafael Correa, CEO e representante da fintech Datta e a consultora de Negócios, Simone Alencar, e o membro do departamento de Treinamentos, Edgar Luna, representaram a fintech Omie Xperiense e comentaram as vantagens dos serviços oferecidos por suas empresas. 

A Datta possui uma Plataforma digital que trata dados corporativos (Big Data) para análise de risco voltadas para a homologação de fornecedores, cotação eletrônica, avaliação de clientes, antecipação de recebíveis e Know your Client (KYC) com o usa da Inteligência Artificial (IA)

A Omie Xperiense oferece um sistema de gestão na nuvem que abrange as principais áreas das empresas como CRM, emissão de notas, finanças e estoques, integrando todas essas informações com o Contador da empresa.

Fonte:
© Copyright 2020 Abimaq. Todos os direitos reservados.