quinta-feira, 5 de dezembro de 2019

Imprimir

Informaq
SINDESAM promove reunião com representantes da Sabesp e Petrobras

Evento abordou contrato de performance da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo e novas diretrizes de inspeção no setor de Óleo & Gás

A reunião ordinária do Sistema Nacional das Indústrias de Equipamentos para Saneamento Básico e Ambiental – Sindesam – realizada no dia 21 de novembro, na sede da ABIMAQ, contou com palestras realizadas por representantes da Sabesp e também da Petrobras. O presidente do Conselho de Administração da Associação, João Carlos Marchsean, e a presidente do Sindesam, Estela Testa, também estiveram no evento.

SABESP 

A representante do departamento Administrativo e Financeiro da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, Ivana Wuo trouxe informações sobre novas formas de contratação MT. O novo acordo prevê, entre seus objetos, a prestação de serviços com fornecimento de equipamentos específicos, instalação e manutenção por 5 anos. Modernização e instalações, com fornecimento de equipamentos diversos, adequações civis montagem, operação e/ou manutenção pelo mesmo período.

Quanto a remuneração, o documento estabelecem duas alternativas, sendo: pagamento em parcelas iguais semestrais durante o período do contrato e despesas de manutenção com pagamentos a partir da verificação do desempenho.

Já a outra alternativa sugere investimento de 06% na instalação e 40% em 12 parcelas mensais e as despesas de manutenção com pagamentos a partir do início dos serviços.

PETROBRAS 

Novas diretrizes de inspeção no setor de Óleo & Gás na Petrobras foi tema da apresentação feita pelo gerente Comercial e Técnico da ICV Brasil, Eduardo de Souza Silva. Ele frisou que a partir de 13 de maio de 2019, todas as novas oportunidades de contratação de bens publicadas pela Petrobras passarão a exigir do mercado fornecedor o atendimento aos novos requisitos de Qualidade de Bens em substituição aos requisitos de Inspeção de Fabricação.

Os requisitos de Qualidade de Bens se aplicam aos bens dos segmentos de famílias críticas e estratégicas. As famílias operacionais e páginas amarelas estão liberadas destes requisitos. Não serão mais utilizados os tipos de inspeção “A”, “B” ou “C”.

Deverão ser observados o Requisito Geral da Qualidade (RGQ), de aplicação ampla, e os Requisitos Complementares da Qualidade (RCQ), para aplicação no fornecimento de famílias específicas.

Fonte:
© Copyright 2020 Abimaq. Todos os direitos reservados.