quinta-feira, 6 de junho de 2019

Imprimir

Informaq
EXPOMAFE mostra o que há de mais tecnológico na indústria mundial

Marcada pela retomada da confiança e dos investimentos, a segunda edição da Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Automação Industrial atingiu a meta de atrair 55 mil visitantes profissionais e ter área 25% superior da edição anterior, além de atender à necessidade dos fabricantes de continuar modernizando suas plantas com a tecnologia, produtividade e competitividade oferecidas pelas 750 marcas expositoras

“A importância da EXPOMAFE no cenário político e econômico é indiscutível e esse é o momento exato onde precisamos deixar claro que o setor produtivo presente na feira apoia incondicionalmente a reforma da Previdência para restabelecer o equilíbrio fiscal e maior justiça social”. Essa afirmação foi feita por João Marchesan, presidente do Conselho de Administração da ABIMAQ, durante cerimônia de abertura da segunda edição da feira, realizada entre os dias 7 a 11 de maio, no São Paulo Expo, na capital paulista. 

Para Marchesan, para reaquecer a economia precisa haver investimento. “Nosso parque está desatualizado e na EXPOMAFE os industriais encontraram o que há de mais moderno em tecnologia e inovação. A feira deu aos empresários uma visão de tudo de que eles precisam para reduzir custos, ganhar produtividade e competitividade num cenário de reaquecimento da economia”.

Fabio Taiar, presidente da Câmara Setorial de Máquinas - Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura (CSMF) destacou que o suporte para a retomada mais rápida e segura passa pela necessidade de uma melhor infraestrutura, sistema tributário simples e custo de capital decente. “Não há como atingir excelência em produtividade e competitividade sem a contribuição do setor de máquinas – ferramenta. Não é por caso que países com as economias mais sustentáveis do planeta possuem uma indústria sólida”

Maurício dos Santos Neves, superintendente da Área de Indústrias de Base do BNDES, representando o presidente do Banco, Joaquim Levy, enfatizou que há décadas existe a parceria do banco com o setor de bens de capital. “A instituição prepara novos serviços para atender as necessidades da indústria, pois acreditamos ser o responsável para o aumento da produtividade nacional”.

O deputado Vitor Lippi, presidente da Frente Parlamentar da Indústria de Máquinas e Equipamentos (FPMAQ) chamou à reflexão do empresariado para a questão de o Brasil ter crescido 50% menos que a média mundial, e enumerou os desafios para a retomada do crescimento, como o equilíbrio fiscal, custo financeiro, principalmente a taxa de juros, e as reformas da Previdência e tributária. “Estou convicto que nós estamos próximos de resolver grandes e graves problemas para que o Brasil entre no novo ciclo de desenvolvimento”. 

Ministro Luiz Cesar Gasser, diretor do Departamento de Promoção de Serviços e Indústria do Ministério das Relações Exteriores, ressaltou a maneira como Itamaraty atua em favor da indústria brasileira. “O nosso apoio não é somente aos exportadores dos diversos setores de promoção comercial espalhados por todo mundo, mas também, na abertura de novas frentes para exportação de produtos e nas negociações de acordos de diferentes naturezas”. 

Também estiveram presentes na cerimônia de abertura da EXPOMAFE as seguintes autoridades: Mario Cezar de Aguiar, presidente da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (FIESC), representando o presidente em exercício da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Paulo Afonso Ferreira; Mauricio Lopes, coordenador da Comissão Organizadora EXPOMAFE; e Marco Basso, presidente da Informa Exhibitions.

PRESENÇA DE AUTORIDADES

Marcelo Porteiro, Superintendente do BNDES, além do secretário de Produtos de Defesa, Marcos Degaut Pontes, junto ao comandante Paulo Sérgio Camilo, ambos do Ministério da Defesa, estiveram presentes na feira e tiveram a oportunidade de conhecer as novas tecnologias apresentadas na EXPOMAFE.

ATRAÇÕES 

Junto às novidades apresentadas pelas empresas expositoras para continuar provendo a indústria de maior produtividade e competitividade, a inovação esteve presente nas mais de 120 horas da programação técnica do Parque de Ideias, Roadshow VDI: Aplicação de diretrizes oficiais alemãs à Indústria 4.0 no Brasil, e o Espaço Tecnologia em Evolução, que reuniu três atrações: o Demonstrador de Tecnologias da Indústria 4.0, o RoboCoaster e uma exposição da aplicação de máquinas-ferramenta na construção dos motores de réplicas dos aviões 14-bis e Demoiselle.

ROADSHOW VDI

José Velloso, presidente executivo da ABIMAQ, participou do encerramento da Roadshow VDI - Associação de Engenheiros Brasil – Alemanha, que discutiu o tema ‘Aplicação de diretrizes oficiais alemãs à Indústria 4.0 no Brasil’ e ressaltou: “É uma alegria muito grande receber o simpósio da VDI. Nós sabemos que aqui vocês têm um tratamento sério para um tema importante para a economia do nosso país. Muito obrigado por terem acreditado na feira”.

REUNIÕES PARALELAS

Durante a EXPOMAFE, foram realizadas reuniões das diretorias plenárias ABIMAQ/SINDIMAQ, dos Conselhos da Indústria de Defesa e Automotivo, e das câmaras setoriais de Ar Comprimidos e Gases (CSAG), Fornos e Estufas Industriais (CSFEI), Máquinas, Equipamentos e Componentes do Setor de Defesa e Aeroespacial (CSDAER), Ferramentarias e Modelações (CSFM).

MERCADO INTERNACIONAL

No sentido de estreitar as relações entre a indústria brasileira e os fornecedores internacionais de tecnologia, a feira teve a presença de 40 empresas expositoras de nove países: Alemanha, China, Coreia, Espanha, Estados Unidos, França, Itália, Japão e República Tcheca.

Outra ação bem-sucedida foi a 2ª. Rodada Internacional de Negócios. Ao todo, foram realizadas 103 reuniões entre os compradores internacionais e as 25 fabricantes brasileiras do setor, nos dias 8 e 9, que resultaram em US$ 6.577 milhões em negócios fechados e futuros para os doze meses seguintes. Esse valor representa crescimento de 8% em relação à EXPOMAFE 2017.

AVALIAÇÃO EXPOSITORES

Diretor comercial da Romi, patrocinadora de mais esta edição da EXPOMAFE, Maurício Lopes acredita que a feira apresentou resultados compatíveis com a evolução do mercado. “Uma feira visa a gerar oportunidades, e dentro das possibilidades que o País se encontra no momento, a EXPOMAFE cumpriu bem o seu papel. O que vimos nos cinco dias foi um evento focado na modernidade do setor e quem não acompanhar ficará para trás. A feira mostrou isso, abrindo portas para quem quer se atualizar”, pontua. 

“Todas as nossas metas foram atingidas já no segundo dia do evento, com o fechamento de diversos projetos. Para se ter ideia do sucesso, num único dia, o terceiro, recebemos mais de 600 visitantes em nosso estande”, comemora Marcelo Silva, CEO da Stäubli Brasil.

A KUKA Roboter do Brasil, responsável por uma das grandes atrações da EXPOMAFE 2019, o RoboCoaster – primeiro robô industrial licenciado para carregar pessoas - revela a importância da feira. Segundo Edouard Mekahalian, diretor geral, “o número de visitantes e as oportunidades atingiram os níveis mais elevados. “Para a nossa equipe, foi gratificante estar na EXPOMAFE 2019, pois passamos a olhar o mercado com mais confiança em novos negócios”.

Roberto Manzo, diretor Comercial da Heller, diz que no evento pôde perceber que o público está mais otimista e “soltando o freio”. “A feira trouxe o mercado até nós, o qual se mostrou interessado em tecnologia e inovação, ambas constantes da feira. 

Paea Raquel Antônio, coordenadora de Marketing da Ingersoll, os leads durante a feira foram extremamente qualificados, com clientes interessados em soluções, equipamentos e serviços. “O visitante veio para a feira com foco nos negócios, o que facilitou o nosso trabalho”.

“O resultado da nossa parceria com a feira foi ótimo, repercutindo em bons negócios, além da assistência institucional do evento, que superou as expectativas, revela Mayra Mitsuyo, do Marketing da Mitutoyo.

A EXPOMAFE 2019 atendeu as expectativas da ABB, que avalia positivamente a visitação em seu estande. “Além disso, fizemos ótimos contatos e melhoramos o networking”, comenta Ana Paula Silva, responsável pelo Marketing da empresa.

4ª edição do Demonstrador de Soluções Tecnológicas da Indústria 4.0 foi um sucesso

A iniciativa é fruto de uma parceria entre a Informa Exhibitions, a ABIMAQ e o IPDMAQ - Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento Tecnológico da Indústria de Máquinas e Equipamentos

Presente desde a primeira Feira Internacional de Máquinas e Equipamentos (FEIMEC), em 2016, o Demonstrador trouxe como diferencial nesta edição um conjunto de clusters com soluções tecnológicas, com aplicações práticas para pequenas, médias e grandes empresas avançarem na Indústria 4.0. 

Para Anita Dedding e equipe do departamento de Tecnologia Industrial da ABIMAQ/IPDMAQ, o projeto superou as expectativas não apenas da associação, mas também, das empresas participantes e dos visitantes. “Durante cinco dias da EXPOMAFE, recebemos a visita de mais de 5 mil pessoas no espaço do Demonstrador de Tecnologias da Indústria 4.0.” 

Anita acredita que o objetivo da ação de integrar tecnologias no conceito 4.0, de forma simples e didática, foi essencial para que as empresas pudessem identificar oportunidades por meio das soluções e ferramentas apresentadas, no seu negócio. “Traduzimos na prática que as dimensões 4.0 está ao alcance de todos, basta que cada organização identifique qual delas poderá atender suas necessidades à sua realidade.”

Os clusters presentes no Demonstrativo de Tecnologias da Indústria 4.0 na EXPOMAFE 2019 foram: Manutenção Preditiva – Sistemas Pneumáticos, Robótica Segura – Interação Homem-Máquina, Sistemas Produtivos Inteligentes, Qualidade 4.0 – Autonomia e Inteligência Artificial em Processos, Manufatura Aditiva – Design Generativo, Gestão Digital, Virtualização Na Indústria, Ganhos com Dados Industriais, Manutenção Preditiva – Processos de Usinagem e Inteligência nas Máquinas

Essa edição tem o patrocínio do Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES, patrocínio e realização das empresas BECKHOFF, SKA, Advantech, Balluff, Instituto CESAR, Dassault Systemès, Furukawa Electric, Hexagon, Kuka, Metal Work, Romi, Sick, Siemens, Totvs, Prodwin e Tecmes, participação e apoio do Centro universitário FEI, do Centro Paula Souza - FATEC, do Instituto Mauá de Tecnologia – IMT e SENAI SP, apoio das empresas GRV Software, Kaspersky, MT Connect, Schneider, VDI e Westcon e a contribuição das Startups Birmind, Peerdustry e Prognosys.

Fonte:
© Copyright 2020 Abimaq. Todos os direitos reservados.